Mande um sinal!

18:00


Os dias seguiam, me consumindo! A correria deixa a desejar meu anseio de crescer, de mudar. Então você me aparece, tão vivo e tão familiar em sua alegria. Acendeu aquela chama, me fez admirar a vida, admira-la de um ponto de vista tão único, que sua ausência faz meu peito apertar, como se os dias demorassem a passar, como se ouvir tua voz fosse algo essencial nessa labuta diária.

Encontrei em sua presença, a paz que meu perturbado coração ansiava. Na busca implacável de expressar o que me cercam, músicas me fazem ir de encontro a memórias, memórias em que você faz-se protagonista.

Perdida, define exatamente, como me encontro, perdida em sentimentos, em pensamentos, que ora vão de encontro a conclusão, ora encontram a dúvida.


Querido, apenas me olhe, me dê o sinal que tanto preciso. Apenas dê o sinal!

Leia Também

0 comentários

Twitter

Subscribe